segunda-feira, 2 de junho de 2008

Um minuto de protesto

Um protesto solitário contra o uso do malfadado "risco de morte" pelos veículos de mídia do país. Pô. Veja o "risco de vida", que expressão linda, boa, tão utilizada por todos. Aí vem alguém querendo inventar uma moda e diz que o certo é risco de morte. Pô. Risco de PERDER A vida. Está subentendido. Tem um nome pra isso na língua, quando a palavra está subentendida, mas eu juro que me esqueci. Mesmo que não estivesse implícito, podia ser uma expressão que se formou de outro jeito. E expressões não precisam ser mexidas, caramba, elas trazem a história e o caminho que as palavras fizeram. Daqui a pouco vão querer reformar o guarda-chuva (expulsor de pingos?), o pára-brisa (pára insetos, chuva e vento?)...
(E a culpa é toda do Rogério, ah, Rogério. Que safadinho.)
Também ando meio revoltada com o uso de aspas da humanidade. Mas isso fica para os próximos capítulos...

Tirinha dos Malvados.

Um comentário:

MALU, SIMPLES ASSIM disse...

Eu também adoro o tal do risco de vida. Dá mais emoção pra frase, não? ;-)
Bjs.