domingo, 20 de julho de 2008

Nova casa

Então. Com todos os empenhos do livro, resolvi mudar de blog. Vida nova, coisa e tal. Fiz um novo, com mais espaço para o Caio. Então, atualizem seus favoritos. O blog novo fica aqui.

2 comentários:

Daniel Rocha disse...

Oi, Jeanne.

Terminei de ler teu livro hoje. Foi a primeira vez na vida que sublinhei trechos (muitos) de um livro, porque me identifiquei com várias passagens da vida do Caio (eu também escrevo, by the way).

No dia em que ele faria 60 anos, eu estava no centro de Porto Alegre, mas não atinei ir até o Theatro São Pedro, só depois fui ver que teve lançamento e debate.

Li o capítulo final sentado em um banco em frente a um hospício aqui perto de casa. Sim, foi um momento mágico.

Queria apenas te agradecer por ter escrito o livro. Comprei para me inspirar. E inspirou.

Abraços e segue firme!

PR disse...

Olá Jeanne,
Queria agradecer um artigo que li seu "sluts",
Ajudou-me a compreender que mesmo que uma
mulher esteja a ser maldosa, chamar-lhe de Puta,
com essa intenção (de que ela esta' a ser ma') pode ser interpretada
de outra forma, muito ofensiva, especialmente se esta
e' premiscua (que nem sei bem o que quer dizer, pois
os homens também o são, eu incluído), mesmo
que a intenção não seja de lhe chamar prostituta,
ou algo parecido, a ofensa pode ser mal interpretada e
imperdoável. Nunca tinha visto as coisas nessa perspectiva, obrigado.